Nosso Blog

Impacto das pragas nas plantações

Impacto das pragas nas plantações

As pragas são organismos que reduzem a produção das culturas ao atacá-las, são transmissores de doenças e reduzirem a qualidade dos produtos agrícolas. Todo começo de safra o agricultor deve ficar atento às pragas agrícolas, que irá encontrar pela frente na lavoura.

É comum não reconhecer o inseto, ou não saber o melhor controle para combatê-lo. As pragas agrícolas podem se dividir em:

Pragas subterrâneas: São as pragas que atacam as raízes, sementes. Exemplos: Paquinha, Lagarta-rosca, etc.

Pragas das folhas: São as pragas que atacam as folhas, sugando a seiva e injetando microorganismos prejudiciais a planta e lhes causando doenças. Exemplos: Pulgões, cigarrinha verde, moscas-brancas, etc.

Pragas dos órgãos reprodutivos: Essas pragas atacam flores, frutos, vagens, e grãos. Exemplos: Percevejo, Lagartos, Tripes, e etc.

Pragas dos grãos: Atacam geralmente os grãos que estão armazenados. Mas podem atacar grãos ainda no campo. Exemplo: Caruncho-do-feijão, Traça e etc.

O controle de pragas na agricultura, normalmente, é feito por meio de defensivos agrícolas. Porém junto com as pragas podem ocorrer outras infestações, como de plantas daninhas, e doenças. A melhor opção é fazer a mistura de agroquímicos, que irá diminuir o número de entrada na área, terá uma menor compactação do solo, menor tempo de exposição do trabalhador rural ao agrotóxico e melhor manejo e prevenção da resistência de pragas.

Conheça mais sobre as principais pragas para a lavoura brasileira:

Ferrugem da Soja (Phakopsora pachyrhizie)

É uma doença da soja causada por um fungo que se dissemina pelo ar e que possui grande potencial de dano. Entre as medidas de controle para a praga, estão as aplicações de fungicidas nas lavouras, que têm grande impacto no custo de produção.

Mofo Branco (Sclerotinia sclerotiorum)

A principal forma de controle é com a integração de estratégias como a rotação de culturas e variedades tolerantes, além de produtos químicos e biológicos. É uma praga relacionada às condições ambientais.

Mosca Branca (Bemisia tabaci)

É uma praga polífaga e de difícil controle. Os produtos registrados disponíveis precisam da alternância de mecanismos de ação para evitar a resistência genética.

Nematoides (Meloidogyne javanicaMeloidogyne incognitaHeterodera glycines e Pratylenchus brachyurus) e Ervas daninhas resistentes (Conyza bonariensis e Digitaria insularis).

São pragas consideradas pelas principais sociedades cientificas nacionais como de importância econômica para a agricultura. Para um controle eficiente, é necessária uma busca por alternativas mais modernas e menos tóxicas.

Bicudo do algodoeiro (Antonomus grandis)

É a praga mais importante e limitante para a cultura do algodoeiro no Brasil. O governo conta com políticas específicas e programas de controle da praga.

Fonte: 
Ministério da Agricultura.


Receba novidades!

Financiamento

Financiamento