Nosso Blog

Polietileno e Propileno: qual a diferença?

Polietileno e Propileno: qual a diferença?

Propileno é um polímero (PP), mais precisamente um termoplástico, derivado do propeno reciclável. É um tipo de plástico que pode ser moldado usando apenas aquecimento possui propriedades muito semelhantes às do polietileno(PE), mas com ponto de amolecimento mais elevado.

Principais propriedades do polietileno

Baixo custo;
Elevada resistência química e a solventes;
Fácil moldagem;
Fácil coloração;
Alta resistência à fratura por flexão ou fadiga;
Boa resistência ao impacto acima de 15 °C;
Boa estabilidade térmica.

Alpicações do polietileno

Embalagens Flexíveis;
Ráfia (sacos para grãos e fertilizantes);
Fibras;
Cadeiras Plásticas;
Embalagens e recipientes para alimentos, remédios e produtos químicos;
Corpo de eletrodomésticos (ferro de passar, liquidificador, batedeira);
Tampas em geral, tampas para bebidas carbonatadas (água, refrigerantes);
Carpetes;
Autopeças (para-choques, pedais, carcaças de baterias, interior de estofos, lanternas, ventoinhas).
Tupperware.

O polietileno (PE) é quimicamente o polímero mais simples. Devido à sua alta produção mundial, é também o mais barato, sendo um dos tipos de plástico mais comuns. É quimicamente inerte. Obtém-se pela polimerizaçãom do etileno.

É um polímero de cadeia linear não ramificada, embora as ramificações sejam comuns nos produtos comerciais. As cadeias de polietileno se rompem sob a temperatura de arrefecimento.

Dica: entre os tantos processos que podem se utilizar do Polietileno como matéria prima, a rotomoldagem é um de grande destaque. Para falar um pouco sobre assunto, criamos o post 5 vantagens do processo de rotomoldagem, confira!

Principais características do polietileno de baixa densidade:

Atóxico
Flexível
Leve
Transparente
Inerte
Impermeável
Pouca estabilidade dimensional, mas com processamento fácil
Baixo custo

Características do polietileno de alta densidade:

Tem um baixo nível de ramificações, com alta densidade e altas forças intermoleculares.
Resistente a altas temperaturas;
Alta resistência à tensão; compressão; tração;
Baixa densidade em comparação com metais e outros materiais;
Impermeável;
Inerte (ao conteúdo), baixa reatividade;
Atóxico;
Pouca estabilidade dimensional.

O plástico PP (propileno) é tipo de plástico muito claro e transparente. Com temperaturas abaixo de zero, a sua resistência diminui consideravelmente, podendo resultar em seu rompimento, portanto é um tipo de embalagem recomenda para alimentos que não possam ser congelados, comumente utilizado em padarias para embalar pão de hambúrguer, pão de hot dog, brigadeiros, doces caseiros, etc. Também é uma embalagem indicada para produtos de papelaria, cosméticos, brinquedos, etc. É ideal para embalar produtos que devem estar expostos aos olhos do consumidor mesmo estando em sua embalagem.

Já o plástico PE (polietileno) não tem a mesma transparência que o PP, no entanto, ele tem um comportamento exemplar a baixas temperaturas, podendo ser utilizado para embalar alimentos congelados como o pão de queijo, ou até mesmo gelo. O plástico PE também é um material que pode ser soldado facilmente, o que lhe permite ser utilizado até mesmo para embalar produtos líquidos ou produtos mais pesados como produtos agrícolas (terra vegetal, húmus, mudas, etc.), é também o material utilizado para produzir sacolas.

 Confira também nosso eBook, Polietileno: uma alternativa para o agronegócio. ↓

polietileno-agronegocio



Receba novidades!

Financiamento

Financiamento